8 de fevereiro de 2017

Dama da Meia-Noite - Cassandra Clare #05

Título: Dama da Meia-Noite
Série: Os Artifícios das Trevas
Autora: Cassandra Clare
Ano: 2016
Número de páginas: 560
Editora: Galera Record


Resumo:

Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras de uma longa linhagem encarregada de proteger o mundo dos ataques de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança – e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas… Antes que o assassino coloque eles na mira. Suas buscas levam Emma à cavernas no mar cheias de magia, e para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe os parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais – e ela pode suportar saber a verdade? A magia e aventura das Crônicas dos Caçadores de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e instigante volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.
Resenha:

                Então, quando você pensa que acabou... ISSO! Tia Cassie nos surpreende com mais uma história bombástica. Quem acompanha a saga dessa autora com nossos queridos Caçadores de Sombras, sabe que ela ainda lançaria algo relacionado a esse universo (para mais detalhes, leia Instrumentos Mortais). Não se preocupem, a história não necessita estritamente de uma base para ser compreendida, já que é algo completamente novo, mas quem se interessar, é sempre legal entender o passado de alguns personagens (Castairs <3). Enfim, passado essa mini introdução, vamos aos fatos:  ela não nos decepcionou nesse livro amores, de jeito nenhum.

                A trama toda gira em torno de Emma Castairs e Julian Blackthorn, que são parabatais e desde muito cedo aprenderam a se virar sozinhos. Os dois participaram da Batalha Sangrenta, o que teve consequências trágicas para ambos, mas Emma nunca acreditou que Sebastian Morgensten fosse o responsável pela morte de seus pais. Quando um assassinato semelhante ao que aconteceu com os pais de Emma ocorre, eles começam uma investigação proibida, envolvendo inclusive a família de Julian e o povo das fadas.

                Como em todas suas outras histórias, Clare explorou a relação familiar de seus personagens principais ao trazer Mark Blackthorn de volta ao mundo dos Caçadores de Sombras, já que ele havia sido banido durante a Paz Fria, deixando Julian como o “responsável” por seus irmãos mais novos; contudo, os conflitos internos de Mark, a distância em que ele se encontrava, tornava tudo mais difícil para ambos, e apenas no decorrer do livro é que vemos Julian e seus irmãos tentando trazer o mais velho dos Blackthorn de volta a família. A forma como a autora cresceu com seus personagens foi incrível,  a desenvoltura de Emma como uma Caçadora, a paciência e inteligência de Julian, a relação dos pequenos Blackthorn, o gênio de Mark, como Julian conseguiu se virar com seus irmãos após tudo o que houve, e podemos compreender melhor aquela famosa frase entre os Caçadores de Sombras:
"A lei é dura, mas é a lei"
                Nas histórias de Cassandra Clare podemos perceber o quanto a Clave pode ser arrogante e até mesmo severa demais com seus Caçadores de Sombras:  a Paz Fria foi uma prova disso. Além de Leis escritas no passado que até então deixavam uma dúvida na cabeça de nós, leitores. Eu particularmente gostei muito desse livro, estou  bastante ansiosa pelo resto da trilogia, posso dizer com certeza que não me decepcionei:  aquela  história com um romance envolvente, proibido, personagens apaixonantes como sempre, temas que nossa autora não tem medo de explorar, como o preconceito e a sexualidade, além de ser recheado de aventuras, mistérios, descobertas e batalhas, uma bela história sobre amizade e amor entre a família, ou seja: tudo que os fãs de Clare gostam.

OBS: Para aqueles fãs que estão lendo a série completa: só leiam Dama da Meia-Noite após terminarem Peças Infernais e Instrumentos Mortais. Alguns personagens possuem um papel fundamental nessa nova história.  


Share:

0 comentários:

Postar um comentário