12 de abril de 2017

Delírio - Lauren Oliver #10

Título: Delírio
Série: Delirium
Autora: Lauren Oliver
Ano: 2012
Número de páginas: 352
Editora: Intríseca


Sinopse: Antes dos cientistas encontrarem a cura, as pessoas pensavam que o amor era uma coisa boa. Elas não entendiam que uma vez que o amor – deliria nervosa – floresce em seu sangue, não há como escapar.  Agora tudo está diferente. 

Os cientistas conseguem erradicar o amor e os governos exigem que todos os cidadãos recebam a cura quando completam dezoito anos. Lena Haloway sempre ansiou o dia em que ela estaria curada. Uma vida sem amor é uma vida sem dor: segura, medida, previsível e feliz. Mas com 95 dias restantes até o seu tratamento, Lena faz o impensável: ela se apaixona. Então, para começo de tudo, pedimos DESCULPAS pela demora em aparecer por aqui, o blog estava em reforma como notaram, mas agora já resolvemos tudo e vamos seguir em frente. Notícias positivas? Durante esse período tive um tempinho para ler alguns livros os quais estava precisando e colocar a lista em dia. Resultado? Aqui está uma série que poucos conhecem, mas que já foi lançada há algum tempinho aí.

Resenha: Vamos falar sobre a trilogia Delirium, seus lindos. Como puderam notar na sinopse, a trama é uma distopia baseada em um futuro onde as pessoas são convencidas de que o amor – Delíria Nervosa – é uma doença mortal, a mais mortal de todas, e que precisa ser erradicada completamente da sociedade. 
“As doenças mais perigosas são aquelas que nos fazem pensar que estamos bem”
Após anos trabalhando para desenvolver uma cura que beneficiasse a todos ao redor do país, o governo dos EUA finalmente encontrou uma solução na vacina que erradicava completamente o amor, deliria nervosa da população em peso. Nossa personagem principal dessa trama é Lena Haloway, uma adolescente de 17 anos que segue a risca todas as regras estabelecidas pelo sistema a fim de não contrair essa doença até que esteja curada, o que acontece para todos aqueles que completam dezoito anos, a idade certa para receber a vacina.

Então temos Hana, a melhor amiga de Lena, que não concorda completamente com o que o sistema estabelece mas só deixa isso claro no dia da avaliação na qual ela e Lena vão ser submetidas antes de receberem a cura para o deliria nervosa; é no dia dessa avaliação que Lena tem um choque ao perceber os olhares que um rapaz em sua direção, o que é terminantemente proibido nas leis. Um dia, porém, Lena e Hana decidem investigar uma invasão durante a avaliação e acabam por reencontrar o garoto que trocou olhares com Lena.

A partir daí, Alex e Lena passam a se conhecer melhor, o que aos olhos da sociedade não é errado já que Alex possui a cicatriz da cura. Contudo, mesmo após todas as suas reservas, Lena descobre que Alex é na verdade um Inválido, o que pode ter várias definições mas apenas uma certeza: ele não é seguro, e os dois acabam se apaixonando.
“ O restante do mundo se desfez. Apenas ele.  Apenas eu. Apenas nós.”
Bom, já deu para notar onde essa trama vai parar não é? Mas não se preocupem, a história não se baseia apenas nessa relação, nesse tipo de amor. Lembram-se da Hana? Exato. 

Mesmo antes de Lena se apaixonar, podemos perceber como Hana lida com tudo ao seu redor, como ela tenta compreender os motivos de a sociedade ser assim, e é isso que a faz tão importante na trama. Apesar disso, de todas essas descobertas para as duas garotas, o dia da cura está se aproximando cada vez mais e é então que Lena finalmente se dá conta do que vai ser retirado dela: sua essência. Lena  então toma provavelmente a maior decisão de sua vida, que muda tudo para sempre: ela decide fugir com  Alex.

Numa fuga dramática e perigosa, os dois tentam a todo custo escapar dos Reguladores que avançam sem cautela alguma e é então que a realidade os atinge: juntos, eles não conseguirão.   
“ É preciso seguir em frente: é a única maneira. É preciso seguir em frente, independentemente do  que aconteça.   É a lei universal.”
Esse finalzinho do livro deixa todos com o coração na mão, ansiosos pela continuação e com aquele questionamento querendo saber se nossa personagem consegue ou não seguir adiante. A história segue em mais dois livros: Pandemônio e Réquiem, que vou me apressar para postar logo também, mas se não quiser sofrer um spoiler, leia logo essa trilogia que te faz questionar as principais decisões movidas pelo coração humano. 
Share:

0 comentários:

Postar um comentário