4 de agosto de 2017

[Resenha] Pietra - Beatriz de Castro

TÍTULOPietra 
AUTOR (A)Beatriz de Castro 
EDITORAIndependente 
PÁGINAS:  164 
CLASSIFICAÇÃO: 5/5 💚💚💚💚💚 
ONDE COMPRAR:  Amazon 
Mais informações: Skoob

SINOPSE: Em um mundo varrido pela destruição tanto da natureza quanto das riquezas, cada família precisa enviar um homem para longe de sua vila para trabalhar no Centro de Estado de forma que possam receber alimentação. Tudo se passava tranquilamente para a família Lavoix, porém um estranho acidente faz com que o pai de nossa protagonista morra. Os homens da fábrica trazem o corpo de seu pai e Pietra não vê esperanças em seu futuro: seu irmão, único outro homem da família, tem apenas oito anos e sofre de sérios problemas de saúde. Sabendo da situação em que se encontra as famílias que perdem o seu provedor e não querendo o mesmo futuro para sua mãe e irmão, Pietra não vê nenhuma outra solução a não ser assumir a identidade de Petrus Lavoix e ir para Londinium trabalhar e evitar que os seus entes queridos morram de fome. Entretanto, seus problemas não terminam por aí. Sem a preparação adequada, com o corpo fraco e a alimentação pobre, Pietra tem grande dificuldade de viver na fábrica, além de ter que esconder o tempo todo quem ela realmente é. Momentos embaraçosos e ameaças constantes fazem com que a garota, ou melhor dizendo, garoto sofra a todo instante. Para sua sorte, no entanto, ela não está sozinha, Killian, outro morador que veio do seu vilarejo natal também foi para Londinium. Conhecedor dos seus segredos e com uma personalidade arrogante, mas prestativo, o jovem será de grande auxílio para que Pietra não enlouqueça. Se não fosse o suficiente se manter viva e encoberta, Pietra descobre que há muito mais por trás da realidade da fábrica e faz o que pode para resolver esse mistério. 

RESENHA 
Olá queridos, tudo bem com vocês? 
Hoje trago a resenha do livro Pietra primeiro livro da trilogia Sobrevivência , da autora Beatriz de Castro.  
    Vamos lá! O livro se passa em um futuro distópico. Logo no inicio somos apresentados a Pietra, uma jovem que mora em um mundo destruído pelo homem, onde há muita poluição e não há muita vegetação. O aumento da poluição no ar afeta as pessoas, causando problemas respiratórios., como adquirido por Nathaniel, irmão da garota.  
".... Fazemos tantas coisas em nossas vidas, mas como pó elas são levadas pelo vento. Todos os sorrisos, todas as lágrimas. Tudo é apagado com a chegada do fim..." 
    Pietra vive numa vila com sua mãe, seu irmão e sua avó, seu pai trabalha em uma fábrica em Londinium, sendo o provedor da casa. Provedor são os homens que possui idade suficiente para trabalhar, assim conseguir o sustento da família. Já as mulheres ficam em casa fazendo os afazeres domésticos. 
    Pietra tem a mesma rotina diariamente, ajudar sua mãe em casa e cuidar de seu irmão, após as tarefas ir para casa de sua avó, Frida, para ler e conversar. Frida de longe é minha personagem favorita do livro, pois ela é muito sábia, o fato de ela já ter visto a transformação do mundo deu a ela vários ensinamentos. A senhora possui em sua casa uma biblioteca pessoal, não sendo permitido livros na sociedade ela conseguiu esconder alguns, e a partir deles ela ensina sua neta a ler. O que me deixou mais animado foram as referências usada pela idosa, como: Shakespeare. 
"-... Veja bem, tudo na vida nos propõe duas ou mais reações e nós escolhemos que caminho tomar, se nós escolhermos um mau, as consequências também serão ruins, mas podemos sempre mudar isso..." 
A cada seis meses os provedores voltam para suas casas para passar alguns dias com a família antes de voltar ao trabalho. Um caminhão vinha a cada duas semanas deixar alimentos para as famílias, proveniente do esforço dos provedores, porém em um dia, o que não era dia de entrega, dois carros chegaram a vila, essa chegada repentina nunca trazia notícias boas. Não imaginaria que essa visita mudaria a vida da garota, no carro os homens traziam o corpo do pai da menina. Depois do choque percebeu que sem um provedor eles poderiam morrer de fome, seu irmão era muito novo para se tornar um. Essa situação a faz tomar uma decisão, se "transformar" em garoto e se tornar Petrus Lavoix o filho mais velho de sua família. 
    Em Londinium, Petrus precisa trabalhar, para enviar alimentos para sua família, e acima de tudo esconder seu segredo. O que ela/ele não esperava era Killian, um jovem que também viera da mesma vila que ela, descobrisse seu segredo e o ajudaria a esconder sua verdadeira identidade.  
    Pietra nos primeiros dias de trabalho até se acostuma com sua rotina, que era basicamente comer, trabalhar e dormir, porém as injustiças com os outros trabalhadores fazem com que os amigos ajam.  
" - Porque, minha filha, essa é nossa arma (esperança) contra eles.... Eles podem mandar em nossos corpo e em nossas ações, mas as nossas mentes são livres de amarra, mas devem ser cultivadas, senão elas se apagam" 
    Confesso que gostei muito deste livro, pois a autora traz um assunto que realmente poderá acontecer no futuro, pois a poluição está cada vez maior hoje em dia. Também traz assuntos como diferença social, destruição do meio ambiente e feminismo. Me apaixonei por Pietra, pois ela é simplesmente uma guerreira que não aceita a injustiça com a natureza e com a sociedade.
    Beatriz quis abrir os olhos da sociedade, pois ela mostra a consequência da destruição do meio ambiente. Gostei muito de sua escrita e das primícias do livro, ela soube, de uma forma muito emocionante, transmitir esses assuntos. Frida também ganha um grande destaque no livro, pois ela demonstra força e se torna um símbolo de esperança. Killian não tem como não citar, ao lado de Pietra, se torna um guerreiro/príncipe, que também não aceita a injustiça, assim tentando ajudar o máximo de pessoas que pode. O mais legal que no livro vemos um único vilão, a sociedade em si, pois através de atitudes da sociedade vemos um mundo destruído e horrendo. 
"Se eu pudesse escolher qualquer coisa, eu pediria que as pessoas tivessem voz. Nós trabalhamos tanto, lutamos tanto, mas ninguém nos ouve. Sempre temos que encarar o chão, fingir não existir e evitar ao máximo que nos notem... bom, eu queria existir de verdade..." 
    A autora soube de uma forma perfeita desenvolver os personagens, principalmente os três citados acima. Eu conseguia me conectar muito com eles, assim sentindo o que sentiam, vendo o que viam e sofrendo o que sofriam. Tinha momentos que eu  queria entrar no livro e dizer que tudo ficaria bem.  O livro é narrado em terceira pessoa, tendo os capítulos alternados em Antes e Depois do choque com a morte do pai de Pietra.
"-... Essa garota deve ser feita de aço ara arriscar tudo comum segredo tão forte" (Killian)
    Um livro fantástico que recomendo muito, entrou para a lista de livros preferidos da vida. Na minha opinião, todos deveriam ler esse livro. A autora é muito fofa e atenciosa, além de possuir uma boa escrita. Saibam que Beatriz deixou uma brecha para o segundo livro, me deixando ansioso  
    Muito obrigado Beatriz pela linda parceria, e pela oportunidade que você deu ao Folha de Pólen  
Espero que tenham gostado da resenha.  
Um grande abraço a todos!!!





Share:

6 comentários:

  1. Olá, fiquei bastante curiosa para ler esse livro, parece ser um ótimo livro gostei da resenha me deixou muito curiosa

    ResponderExcluir
  2. Olha que livro incrivel!!! Amei a premissa e fiquei mega curiosa! Muito bom mesmo!

    Adorei!

    Beijinhos da Paty ;)

    https://patybookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ameiiii a resenha, e realmente cada dia nosso mundo morre um pouco por causa das poluições e queria saber como a autora discutiu isso no livro para nós alertar.

    Super mega curiosa.

    Abraços da Jhenny

    https://sussurrandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Eu sou a autora do livro haha
      Então, eu parti do pressuposto de mostrar as consequências para revelar as causas. Mostrei o que poderia acontecer não só no meio ambiental quanto social o que pode acontecer se continuarmos no ritmo em que estamos. Se quiser conversar comigo melhor, estarei na Bienal :D

      Excluir
  4. Que tema super importante! Os quotes me deixaram bem intrigada, quero saber como ela deve ter desenvolvido o livro! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Sou a autora haha, respondi mais ou menos no comentário acima, se tiver qualquer dúvida específica, é só perguntar!

      Excluir